About Me

My photo
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
As antigas civilizações viam na vestimenta as possibilidades de manifestarem as suas verdades e suas ligações com o corpo. Acreditavam que esses dois elementos não se separam nunca, pois tudo é interligado, marcando com isso a singularidade da beleza de cada um. É com esse propósito que crio minhas estampas, para que elas vistam o corpo e a alma. Entrem em contato: marlyarte@yahoo.com.br

Wednesday, February 21, 2007

Pedaços







A não ser que eu os borde e os pinte

Garotos


Há uma multidão diante dos meus olhos.
Por onde andarão os homens dotados?
Chove lá fora e minhas palavras umedeceram.
Por onde andarão os grandes acontecimentos?
Deitaram as palavras em algum rio desse país.
Estariam as palavras entre os corredores secretos?
Por onde anda a ética?
Estaria a ética olhando o mar em algum horizonte longe daqui?
Há uma multidão crescendo diante dos meus olhos.
São garotos crescendo pernas.
São gentis almas desenhando seus azuis, verdes e amarelos.
São outras cores esvaziadas e famintas de paz.

Saturday, February 17, 2007

Friday, February 16, 2007

Wednesday, February 14, 2007

A Outra

A OUTRA DO OUTRO LADO DE LÁ



Tuesday, February 13, 2007

Monday, February 12, 2007

Tá querendo o quê?


Afinal o que está em questão : O mito feminino, o produto ou o desejo?

Sunday, February 11, 2007

Por isso eu corro demais

Apresento alguém que corre demais... Luna
por isso eu corro demais

Já é hora...

histórias são estórias como rio correndo, trem pegando, suor no corpo frágil, dia chegando pedindo estórias, como contadores, relógios sem tempo, crianças não têm horas, têm agoras.
Universos de um mundo que já está sendo, iluminados iluminam o caminho, já é hora.

Friday, February 09, 2007

defeitos especiais




Não exitem erros. As coisas são o que são...

Thursday, February 08, 2007

Os pertencimentos

Algo a mim pertence
talvez o verbo pertencer
seja algo atraente
pertenço e sou pertencida
não pertenço
ninguém pertence
ninguém é pertencido
não há o que pertencer
Pertenço a tudo
Pertenço a nada
e tudo quer pertencer
e nada quer pertencer
Quem pertence?
O que pertence?
A quem pertence?
Pertencemos?

gira mundo


Tuesday, February 06, 2007

Novos jeitos de caminhar...




Poderia me fazer um favor?


Que o mundo me aguarde, pois chego de nave, de avião, quem sabe de trem?




Poderia me dizer o que é real? É isso ou aquilo?






Tô indo lá ver se posso ficar só olhandoooo...

com o coração

com o coração
É assim que faço

Ilustrando